Skip to Content

Sobre Genéricos

Produtos

Genéricos FAQ

Encontre, de forma rápida, a resposta às perguntas mais frequentes sobre os Medicamentos Genéricos:

 

1.O que são medicamentos genéricos?

2.Como é que se identifica um medicamento genérico?

3.Que garantias de qualidade, segurança e eficácia se pode esperar de um Medicamento Genérico?

4.Como surge um medicamento genérico?

5. Que vantagens existem ao comprar um medicamento genérico?

6.Como são prescritos os medicamentos genéricos?

 

1) O que são medicamentos genéricos?

Um medicamento genérico é um medicamento que é semelhante a um medicamento que já existe no mercado, que pode ter o nome de medicamento de referência, medicamento de marca ou medicamento original. Um medicamento genérico contém a(s) mesma(s) substância(s) activa(s), a mesma dosagem, forma farmacêutica e indicação que o medicamento de referência, de marca ou original. Os medicamentos genéricos e os medicamentos de referência, marca ou original são usados para tratar a mesma doença e são igualmente seguros e eficazes.

2) Como é que se identifica um medicamento genérico?

Os medicamentos genéricos são identificados pela Denominação Comum Internacional (DCI) das substâncias activas (que, como o próprio nome indica, é um nome igual em todos os países do mundo), seguida do nome do titular da Autorização de Introdução no Mercado (AIM), da dosagem, da forma farmacêutica e da sigla "MG" (Medicamento Genérico), inserida na embalagem exterior do medicamento.

3)Que garantias de qualidade, segurança e eficácia se pode esperar de um Medicamento Genérico?

Precisamente as mesmas que se espera de um medicamento de referência, de marca ou original. Tal como os de referência, de marca ou originais, todos os medicamentos genéricos são sujeitos a rigorosos controlos de qualidade.

De acordo com o Decreto-Lei nº176/2006, de 30 de Agosto, a AIM está sujeita às mesmas disposições legais dos outros medicamentos, estando dispensada a apresentação de ensaios pré-clínicos e clínicos desde que demonstrada a bioequivalência com estudos de biodisponibilidade ou quando estes não forem adequados, equivalência terapêutica por meio de estudos de farmacologia clínica apropriados (estes testes seguem estritamente o disposto nas normas comunitárias) ou outros a solicitar pelo INFARMED.

4) Como surge um medicamento genérico?

Um medicamento genérico surge após a queda da patente do medicamento de referência, de marca ou original. Existe um custo, inerente à investigação, que o laboratório investiu e é-lhe permitido que consiga lucrar durante um determinado tempo, é a chamada detenção de patente. Após este período terminar, a patente termina e o laboratório tem a obrigação de partilhar o conhecimento com o restante mercado e é possível a outros laboratórios comercializar o mesmo produto, ou seja, o medicamento genérico.

5) Que vantagens existem ao comprar um medicamento genérico?

Uma vez que os laboratórios que comercializam os medicamentos genéricos não tiveram os custos de investigação e desenvolvimento do medicamento de referência, de marca ou original o custo do mesmo é, inevitavelmente inferior. Por isso os medicamentos genéricos têm um preço inferior, entre 20% a 35% mais baratos.

São medicamentos cujas substâncias activas se encontram no mercado há vários anos e que, por essa razão, apresentam maior garantia de efectividade e permitem um melhor conhecimento do respectivo perfil de segurança.

6) Como são prescritos os medicamentos genéricos?

Os medicamentos genéricos são prescritos pela DCI das substâncias activas, seguida da dosagem e forma farmacêutica. O médico pode ainda acrescentar o nome do titular da AIM (opcional).

Contacto para informação médica
e farmacovigilância:

+351 22 610 27 42